Entenda a prorrogação dos impostos do Simples Nacional

O pagamentos dos impostos do Simples Nacional foram prorrogados para evitar a crise econômica trazida pela segunda onda da covid-19. Por isso, nosso time Fiscal e Tributário reuniu as principais informações sobre a nova medida adotada pelo Comitê Gestor do Simples Nacional. Continue lendo para você entender quais são as suas obrigações agora com essa mudança.

Qual é o novo prazo para pagar os impostos?

Ficou decretado o adiamento por 3 meses do pagamento dos tributos do Simples Nacional. Assim, você poderá realizar os pagamentos dos tributos correspondentes a Abril, Maio e Junho a partir de Julho e divididos em até 6 parcelas.

Quais foram os impostos prorrogados do Simples Nacional?

  • IRPJ (Imposto de Renda de Pessoa Jurídica);
  • IPI (Imposto sobre Produto Industrializado);
  • CSLL (Contribuição Social sobre Lucro Líquido);
  • Cofins (Contribuição para Financiamento da Seguridade Social);
  • Pis/Pasep;
  • CPP (Contribuição Patronal Previdenciária).

Além disso, o pagamento do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) e do ISS (Imposto sobre Serviços) também deve ser prorrogado.

Impostos do Simples Nacional x Impostos do MEI

Os Microempreendedores Individuais (MEI) também terão seu prazo para contribuição estendido por 3 meses como medida de proteção frente à segunda onda da Covid-19. Dessa forma, o microempreendedor que está passando por dificuldades financeiras pode começar a pagar somente a partir de Julho de 2021.

Porque o prazo do Simples Nacional é menor do que em 2020?

Segundo a Receita Federal, o prazo agora em 2021 é menor por haver a perspectiva de vacinar a população. No ano passado estávamos muito distantes de qualquer solução concreta para o problema da pandemia.

Quer ficar por dentro das atualizações fiscais e receber notícias como essa na palma da sua mão? Faça parte da nossa Lista de Transmissão Oficial.

Impostos do Simples Nacional

© 2021 Grupo Insigne Desenvolverdor